Site Loja Virtual Textos Buscar textos Projetos Links Imagens Livro de visitas Indique o site
| Entrar

PESQUISA

SITE SEGURO

Compre pelo PagSeguro

NOVOS LINKS

USUÁRIOS ONLINE

6 visitantes online (3 na seção: Loja virtual)

Usuários: 0
Visitantes: 6

mais...

VISITAS

Bem vindo
Visitante

Já existem:



Visitantes deste site

Avaliação na Educação Física: Diálogos com a Formação Inicial do Brasil, Colômbia, Uruguai e Espanha

Preço: 50,00
Custo de Envio: R$ 10,00
Data de Publicação : 15/07/2020
Tempo aproximado de entrega (capitais) : 10 dias
Editora: Appris
Páginas: 301

SUMÁRIO

EIXO 1

MAPEAMENTO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA EM PERIÓDICOS CAPÍTULO 1 AVALIAÇÃO DO ENSINO E DA APRENDIZAGEM NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES: O QUE DIZEM OS PERIÓDICOS DA EDUCAÇÃO? .....................................................................................

Wagner dos Santos Pablo Mattos Santos Ronildo Stieg Sayonara Cunha de Paula Lucas Oliveira Rodrigues de Carvalho Rodrigo Marques Juliana Martins Cassani

CAPÍTULO 2 AVALIAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: TRAJETÓRIA DA PRODUÇÃO ACADÊMICA EM PERIÓDICOS (1932-2014)................................................

Wagner dos Santos Matheus Lima Frossard Juliana Martins Cassani Amarílio Ferreira Neto

CAPÍTULO 3 CONCEPÇÕES E TEORIAS SOBRE AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO FÍSICA: UMA ANÁLISE EM PERIÓDICOS (1932-2014)..........................................................................................

Matheus Lima Frossard Juliana Martins Cassani Ronildo Stieg Wagner dos Santos

EIXO 2

AVALIAÇÃO E FORMAÇÃO INICIAL: ENTRE LEITURAS E APROPRIAÇÕES CAPÍTULO 4 ENSINO DA AVALIAÇÃO EDUCACIONAL NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA ..........

Wagner dos Santos Ronildo Stieg Juliana Martins Cassani Aline de Oliveira Vieira Amarílio Ferreira Neto

CAPÍTULO 5 FORMAÇÃO INICIAL EM EDUCAÇÃO FÍSICA E AVALIAÇÃO: CONTRIBUIÇÕES DAS BIOGRAFIAS DA EDUCAÇÃO ................................................................................

Ronildo Stieg Aline de Oliveira Vieira Matheus Lima Frossard Amarílio Ferreira Neto Wagner dos Santos

CAPÍTULO 6 FORMAÇÃO INICIAL E AVALIAÇÃO EDUCACIONAL: UMA ANÁLISE DAS BIBLIOGRAFIAS DA EDUCAÇÃO FÍSICA.....................................................................

Ronildo Stieg Aline de Oliveira Vieira Matheus Lima Frossard Amarílio Ferreira Neto Wagner dos Santos

CAPÍTULO 7 AVALIAÇÃO NA FORMAÇÃO INICIAL EM EDUCAÇÃO FÍSICA: PRÁTICAS DE LEITURAS E APROPRIAÇÕES DISCENTES ........................................................................

Ronildo Stieg Renato Pereira Coimbra Retz Rodrigo Marques Aline de Oliveira Vieira Marciel Barcelos Lano Wagner dos Santos

EIXO 3

DAS EXPERIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO BÁSICA AO ENSINO DA AVALIAÇÃO NA FORMAÇÃO INICIAL

CAPÍTULO 8 MEMÓRIAS DISCENTES EM EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA: PRÁTICAS AVALIATIVAS ......................................................................................................................

Wagner dos Santos Francine de Lima Maximiano Aline de Oliveira Vieira

CAPÍTULO 9 AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO FÍSICA DA EDUCAÇÃO BÁSICA: DIÁLOGOS COM ALUNOS DE SETE UNIVERSIDADES FEDERAIS.............................................................

Sayonara Cunha de Paula Ronildo Stieg Juliana Martins Cassani Aline de Oliveira Vieira Wagner dos Santos

CAPÍTULO 10 EXPERIÊNCIAS AVALIATIVAS DOS ESTUDANTES DE EDUCAÇÃO FÍSICA EM SETE UNIVERSIDADES FEDERAIS BRASILEIRAS...............................................................................

Matheus Lima Frossard Juliana Martins Cassani Ronildo Stieg Sayonara Cunha de Paula Wagner dos Santos

CAPÍTULO 11 (RE)SIGNIFICAÇÕES DAS PRÁTICAS AVALIATIVAS VIVENCIADAS NA FORMAÇÃO INICIAL EM EDUCAÇÃO FÍSICA.....................................................................................

Wagner dos Santos Omar Schneider André da Silva Mello Francine de Lima Maximiano Juliana Martins Cassani Amarílio Ferreira Neto

EIXO 4

EXPERIÊNCIAS DO ENSINO DA AVALIAÇÃO NA FORMAÇÃO INICIAL AO CONTEXTO DE ATUAÇÃO PROFISSIONAL CAPÍTULO 12 EXERCÍCIO DA DOCÊNCIA NA FORMAÇÃO INICIAL: IMPLICAÇÕES PARA AS PRÁTICAS AVALIATIVAS EM EDUCAÇÃO FÍSICA................................................

Matheus Lima Frossard Amarílio Ferreira Neto Ronildo Stieg Wagner dos Santos

CAPÍTULO 13 A CONSTITUIÇÃO DE UM CORPUS DE SABERES TEÓRICOS E PRÁTICOS PARA O ENSINO DA AVALIAÇÃO .......................................................................................

Wagner dos Santos Ronildo Stieg Mathews Costa Oliveira Aline de Oliveira Vieira Juliana Martins Cassani Marciel Barcelos Lano Amarílio Ferreira Neto

CAPÍTULO 14 NARRATIVAS DOCENTES SOBRE AVALIAÇÃO DO ENSINO-APRENDIZAGEM: DA FORMAÇÃO INICIAL AO CONTEXTO DE ATUAÇÃO PROFISSIONAL ...................................................

Wagner dos Santos Francine de Lima Maximiano Matheus Lima Frossard

EIXO 5

AVALIAÇÃO NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA AMÉRICA LATINA E ESPANHA

CAPÍTULO 15 AVALIAÇÃO NOS CURRÍCULOS DE FORMAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA: UMA ANÁLISE DAS INSTITUIÇÕES DA AMÉRICA LATINA .......................................................................

Sayonara Cunha de Paula Mariana Sarni Efren Palma García Wagner dos Santos

CAPÍTULO 16 LA EVALUACIÓN DENTRO DE LA EDUCACIÓN FÍSICA Y SU TRANSFORMACIÓN EN COLOMBIA...............

Efrén Palma García

CAPÍTULO 17 LA EVALUACIÓN DEL APRENDIZAJE EN EDUCACIÓN FÍSICA – APORTES SURGIDOS DE LA INVESTIGACIÓN: 2006-2016.....................................................................................................

Mariana Sarni Agustín Aranco Franco Cal Luciana Cantera Alejandra Cruz Pilar Peldfort Gastón Pereyra David Pérez

CAPÍTULO 18 LA EVALUACIÓN FORMATIVA Y COMPARTIDA EN LA FORMACIÓN INICIAL DEL PROFESORADO DE EDUCACIÓN FÍSICA.........................................................................................

Víctor Manuel López-Pastor

SOBRE OS AUTORES..................................................................................................................

APRESENTAÇÃO

APRESENTAÇÃO

O livro Avaliação na Educação Física: diálogos com a formação inicial do Brasil, Colômbia, Uruguai e Espanha coloca em evidência os resultados dos projetos “Avaliação na Educação Física escolar: um estudo da formação inicial nas universidades federais”, financiado pelo Edital Universal CNPq 14/2013, sob o número do Processo 481424/2013-0; e “Avaliação do ensino-aprendizagem na formação inicial de professores de Educação Física: entre prescrições e práticas”, aprovado no Edital Produtividade em Pesquisa – PQ 2015, ambos na grande área de Ciências Humanas, em Educação. Além disso, apresenta, em seu último eixo, os dados iniciais do projeto “Práticas avaliativas na formação de professores de Educação Física: análises das instituições da América Latina”, que é fruto de um acordo de colaboração em pesquisa entre a Universidade Federal do Espírito Santo (Brasil),1 a Universidad de la República Uruguay (Uruguai) e a Instituición Universitaria Cesmag (Colômbia). E, ainda, inicia um diálogo com a Universidade de Valladolid (Espanha), reconhecendo a influência da teorização espanhola nos Cursos de Formação de Professores de Educação Física na América Latina. Os esforços empreendidos nesses projetos se inserem no conjunto de estudos desenvolvidos no âmbito do Instituto de Pesquisa em Educação e Educação Física (Proteoria) direcionados a analisar as questões referentes ao cotidiano escolar e não escolar. O Proteoria, desde o ano de 1999, produz pesquisas com o intuito de compreender, por meio das revistas de ensino,2 de técnica3 e científica4 (FERREIRA NETO, 2005) e das práticas pedagógicas cotidianas, a forma como foram e são produzidas no Brasil as teorias/práticas para/na Educação Física. Por meio de estudos que compartilhem de forma colaborativa5 outras possibilidades de atuação pedagógica com o cotidiano escolar da Educação Física, damos preferência, em uma das linhas de pesquisa do Proteoria e no Programa de Pós-Graduação em Educação Física da Universidade Federal do Espírito Santo (mestrado/doutorado), a temas relacionados: com a formação de professores; com a apropriação e a transformação dos saberes produzidos nas instituições escolares e não escolares; com os currículos praticados; e com os processos avaliativos circunscritos no contexto cotidiano.6 Dentre as diferentes possibilidades de objetos de estudo, temos, nas últimas três décadas, dedicado maior atenção às práticas avaliativas: produção do conhecimento em periódicos da Educação e da Educação Física sobre avaliação (SANTOS, 2002; FROSSARD, 2015; SANTOS, 2017; VIEIRA, 2018; BARCELOS, 2018);7 possibilidades de práticas avaliativas na educação infantil (BARCELOS, 2018) e no ensino fundamental (SANTOS, 2005; SANTOS; MAXIMIANO, 2013a; SANTOS; MAXIMIANO, 2013b; SANTOS et al., 2014; SANTOS et al., 2015; VIEIRA, 2018); políticas de avaliação de larga escala no ensino médio (MARQUES, 2018);8 ensino da avaliação na formação inicial de professores de Educação Física (FROSSARD, 2015; SANTOS; MAXIMIANO; FROSSARD, 2016; SANTOS et al., 2016; STIEG, 2016). No que se refere à avaliação na formação inicial de professores, objeto central e desafiador deste livro, já que aborda dois campos amplos no cenário educacional, temos produzido pesquisas em Universidades Federais de diferentes regiões brasileiras, bem como ampliado nosso olhar para o modo como a temática está sendo trabalhada em outros países da América Latina. Compreendemos que a entrada pela avaliação educacional possibilita refletir sobre: a análise das ações no processo ensino-aprendizado; a contribuição da Educação Física na escola; o lugar por ela ocupado na educação escolarizada; o que se aprende com o que se ensina; os objetivos que constituem as práticas pedagógicas dos professores; os procedimentos pedagógicos adotados; as apropriações realizadas pelos estudantes de educação superior e suas implicações para a prática pedagógica.O nosso interesse em estudar a avaliação no âmbito da educação superior é por entendermos que ela se constitui de maneira orgânica por diferentes interfaces, ou seja, materializa-se nos processos pessoais, nas redes de relações que os sujeitos constroem, nos contextos da cultura, da profissionalização, do trabalho (NÓVOA, 2004). Dessa maneira, entendemos que os saberes relativos à formação devem estar intimamente ligados à prática profissional docente, e a avaliação educacional se constitui como uma delas. Nesse ponto, Hoffmann (1998, p. 65) salienta que o debate sobre avaliação é frequentemente “[...] discutido ou desarticulado da realidade do contexto educacional, reduzindo-se a um estudo superficial de modelos teóricos da avaliação e à análise crítica de seu caráter”. Essas problematizações nos levam a indagar sobre como se dá o ensino, a apropriação da avaliação educacional e das práticas avaliativas realizadas nos cursos de formação de professores em Educação Física em diferentes países. Para isso, organizamos o livro em cinco eixos que se articulam em torno da temática, mas, ao mesmo tempo, mostramos cada eixo e seus respectivos capítulos. No primeiro eixo, apresentamos uma leitura da produção científica em periódicos da educação (Capítulo 1) e da Educação Física (Capítulos 2 e 3). Os três capítulos que compõem esse eixo apresentam uma mesma abordagem teórica fundamentada no estudo em periódicos. Considerado como núcleo informativo (CATANI; SOUZA, 1999), o periódico serviu como fonte bibliográfica para discutirmos sobre o tema “[...] avaliação do ensino-aprendizagem na constituição do campo científico brasileiro” (BOURDIEU, 1983). Fundamentamos, ainda, as pesquisas nos indicadores bibliométricos (MUGNAINI; CARVALHO; CAMPANATTI-OSTIZ, 2006) e no diálogo com o conteúdo dos artigos. No segundo eixo, abordamos o modo como os currículos prescritos (SACRISTÁN, 2000) têm anunciado o ensino da avaliação educacional nos Cursos de Formação de Professores em Educação Física (Capítulo 4); as referências utilizadas para lhes oferecer suporte (Capítulos 5 e 6); e as práticas de leitura realizadas pelos discentes em formação inicial sobre o ensino da avaliação (Capítulo 7). Os Capítulos 4 a 6 caracterizam-se como pesquisas qualitativas de natureza crítico-documental (BLOCH, 2001). Já o Capítulo 7 se configura como uma pesquisa qualitativa que utiliza, como instrumento para produção de dados, a entrevista do tipo narrativa (BAUER; GASKELL, 2012), realizada com os discentes das universidades federais brasileiras. Neste eixo, assim como no terceiro e quarto, iniciamos o diálogo com as fontes produzidas nas universidades federais brasileiras. A delimitação das instituições foi realizada de 2013 até 2015 pelo site do Ministério de Educação (MEC), sob os seguintes critérios: a) ser uma universidade federal; b) ter o Curso de Licenciatura em Educação Física na modalidade presencial; c) ter em seu currículo uma disciplina sobre avaliação educacional; d) manifestar interesse em participar do estudo. Todas as universidades públicas federais do Brasil foram mapeadas, com base nas informações presentes no e-Mec. Em um primeiro momento, entramos nos sites das 63 instituições, das quais 43 atendiam aos critérios de inclusão. Posteriormente, com base nas grades curriculares das universidades, selecionamos aquelas que tinham disciplinas que, em seu título, apresentavam a expressão avaliação, correspondendo a dez instituições distribuídas da seguinte maneira: Região Centro-Oeste (2) – UNB, UFMS; Nordeste (4) – Ufal, UFC, UFPI, UFRPE; Sudeste (4) – Ufes, UFF, Ufop, Ufscar. No terceiro eixo, analisamos as experiências avaliativas vivenciadas pelos acadêmicos em Educação Física na Educação Básica (Capítulos 8 e 9) e o modo como as ressignificaram na formação inicial (Capítulos 10 e 11). A abordagem teórico-metodológica dos Capítulos 8 e 11, assim como do Capítulo 14 do quarto eixo, é a narrativa autobiográfica (CERTEAU, 1994; PEREZ, 2003; SOUZA, 2006), realizada por meio de entrevista individual e grupo focal. Já os Capítulos 9 e 10, bem como os 12 e 13 do quarto eixo caracterizam-se como estudos quanti-qualitativos, do tipo exploratório, que foram utilizados como instrumentos para a produção de dados, questionários semiabertos e entrevistas coletivas em forma de narrativas (BAUER; GASKELL, 2012). No quarto eixo, discutimos, no diálogo com os discentes e professores egressos do Curso de Educação Física, as experiências do ensino da avaliação na formação inicial (Capítulos 12 e 13) e seus desdobramentos no contexto de atuação profissional (Capítulo 14). Destaque deve ser dado ao movimento realizado no Capítulo 14 que, fundamentado na pesquisa do tipo investigação-formação, restabelece um diálogo em 2014 com os professores de Educação Física que participaram do estudo realizado em 2011 (Capítulo 8), quando estes eram alunos da formação inicial. No quinto eixo, ampliamos o debate ao problematizarmos o ensino da avaliação educacional na formação de professores de Educação Física na América Latina (Capítulo 15) em geral, na Colômbia (Capítulo 16) e no Uruguai (Capítulo 17), em específico, e, ainda, na Espanha (Capítulo 18). Todos os trabalhos são de natureza qualitativa e buscam estabelecer um mapeamento sobre o modo como a avaliação e seu ensino têm sido problematizados nos cursos de formação de professores em diferentes países. Com esta publicação, esperamos contribuir para ampliar o debate sobre avaliação educacional e a formação de professores, considerando diferentes formas de abordar o objeto, a pluralidade no uso dos referencias teórico-metodológicos, procedimentos e modo de análise. Objetivamos, com esse movimento, ampliar o diálogo com um universo variado de universidades presentes em diferentes regiões do Brasil e outros países da América Latina. Esperamos que os esforços empreendidos neste livro fomentem o interesse de novos estudos sobre avaliação educacional no campo da Educação e da Educação Física, bem como ajudem a qualificar as práticas educativas no âmbito da formação inicial e continuada de professores.

Vitória, janeiro de 2018


Carrinho  RSS Feeds  Versão para impressão  Conte a um Amigo 

Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Cadastre-se agora.

CONTRIBUIÇÕES

NOVOS ARTIGOS

ELLER, Marcelo Laquini. A olimpíada escolar e a escolarização da educação física no Espírito Santo: 1946-1954 In: Anais do X Congresso Luso Brasileiro de História da Educação, Curitiba, 2014
Marcelo Laquini Eller
WILL, Thiago ferraz; SCHNEIDER, Omar; ASSUNÇÃO, Wallace Rocha. Arquivos da Escola de Educação Física do Espírito Santo: o Ensino da História da Educação Física entre as Décadas de 1930 e 1960 In: Anais do X Congresso Luso Brasileiro de História da Educação, Curitiba, 2014
Thiago Ferraz Will
BRUSCHI, Marcela; SCHNEIDER, Omar; ASSUNÇÃO, Wallace Rocha. Professoras e autoras: circulação, apropriação e produção de saberes sobre a educação física no Espírito Santo (1931-1936) In: Anais do X Congresso Luso Brasileiro de História da Educação, Curitiba, 2014
Marcela Bruschi
WILL, Thiago Ferraz; SCHNEIDER, Omar; ASSUNÇÃO, Wallace Rocha; RIBEIRO, Denise Maria da Silva; LUCIO, Mariana Rocha; POLEZE, Grasiela Martins Lopes. o ensino da história da educação física: uma análise dos anais dos congressos de educação física, esporte e lazer. In: XVIII Congresso Brasileiro de Ciência do Esporte e V Congresso Internacional de Ciências do Esporte, 2013, Brasília.
Thiago Ferraz Will
ELLER, Marcelo Laquini; SCHNEIDER, Omar; SANTOS, Wagner dos. Revista Brasileira de Educação Física e Desportos: Impresso pedagógico e prescrições esportivas para a educação física (1968-1984). In: XVIII Congresso Brasileiro de Ciência do Esporte e V Congresso Internacional de Ciências do Esporte, 2013, Brasília.
admin
RIBEIRO, Denise Maria da Silva; LUCIO, Mariana Rocha; SCHNEIDER, Omar; ASSUNÇÃO, Wallace Rocha; POLEZE, Grasiela Martins Lopes; WILL, Thiago Ferraz. Colégio Estadual do Espírito Santo: relatos da educação física e do esporte em seu arquivo institucional (1943-1957)In: XVIII Congresso Brasileiro de Ciência do Esporte e V Congresso Internacional de Ciências do Esporte, 2013, Brasília.
admin
RIBEIRO, Denise Maria da Silva; LUCIO, Mariana Rocha; SCHNEIDER, Omar; ASSUNÇÃO, Wallace Rocha. Colégio Estadual do Espírito Santo: práticas de ensino de educação física e do esporte em seu arquivo institucional (1943-1957) In: XVIII Congresso Brasileiro de Ciência do Esporte e V Congresso Internacional de Ciências do Esporte, 2013, Brasília.
admin
BRUSCHI, Marcela ; SCHNEIDER, Omar ; SANTOS, Wagner dos; ASSUNÇÃO, Wallace Rocha. Presença feminina na escolarização da educação física no Espírito Santo (1931-1937). In: XVIII Congresso Brasileiro de Ciência do Esporte e V Congresso Internacional de Ciências do Esporte, 2013, Brasília.
Marcela Bruschi
SCHNEIDER, Omar; Bruschi, Marcela. A Revista de Educação e a escolarização da educação física no Espírito Santo: autores, atores e editores (1934-1937) In: VII Congresso Brasileiro de História da Educação, 2013, Cuiabá. Circuitos e fronteiras da história da educação no Brasil. 2013. 1 CD-ROM ISSN:2236-1855
Marcela Bruschi
SCHNEIDER, Omar; BRUSCHI, Marcela; SANTOS, Wagner dos; FERREIRA NETO, Amarílio. A Revista de Educação no governo João Punaro Bley e a escolarização da Educação Física no Espírito Santo (1934-1937). Revista brasileira de história da educação, Campinas, v. 13, n. 1 (31), p. 43-68, jan/abr 2013
Marcela Bruschi