Site Loja Virtual Textos Buscar textos Projetos Links Imagens Livro de visitas Indique o site
| Entrar

PESQUISA

SITE SEGURO

Compre pelo PagSeguro

NOVOS LINKS

USUÁRIOS ONLINE

9 visitantes online (1 na seção: Conteúdo)

Usuários: 0
Visitantes: 9

mais...

VISITAS

Bem vindo
Visitante

Já existem:



Visitantes deste site
Home / Outras publicações

  

CONTRIBUIÇÕES DOS MEMBROS DO PROTEORIA EM OUTRAS PUBLICAÇÕES

     
 

EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NO COTIDIANO ESCOLAR
Organizadores: André da Silva Mello; Wagner dos Santos
Autores: Aline Ribeiro Costa; Amanda De Pianti Rosa; Amarílio Ferreira Neto; Ana Claudia Silvério do Nascimento; Anne Schneider Ewald; Elaine Cristina Viana; Fernanda Borges Bissoli; Janaina Vargas Nascimento; Joane da Silva Alves; Karolina Sarmento Rodrigues; Kezia Rodrigues Nunes; Luana Luzia Lóss de Freitas; Marcos Vinicius Klippel;
Milainy Ludmila Santos; Nazaré Freire Simões Rodrigues; Omar Schneider; Sebastião Josué Votre
Editora: Editora CRV
Páginas: 192
Ano: 2012

Site da editorahttp://www.editoracrv.com.br/?f=produto_detalhes&pid=3471

Resumo do livro: os estudos que compõem este livro se dedicam a compreender a inserção da Educação Física na Educação Infantil a partir de três eixos, história, representações sociais e práticas pedagógicas. Os textos são produtos de investigações e fruto das experiências vivenciadas pelos professores e pesquisadores no cotidiano escolar. Dessa forma apresenta diferentes possibilidades concretas de atuação profissional na primeira infância, período de 0 a 6 anos. Não temos dúvida sobre a importância da Educação Física na Educação Infantil, porém sua significação não está na obrigação legal enfatizada pela LDB 9394/96, mas no reconhecimento do trabalho realizado pelos professores da área para a formação da criança. De igual modo, entendemos que o problema não está em inserir uma disciplina, Educação Física, em um contexto que não se organiza pela lógica disciplinar, Educação Infantil, mais na compreensão da formação, do conhecimento e da atuação profissional. O livro é um convite para aqueles que desejam atuar ou já atuam na educação infantil, bem como para os pesquisadores que se dedicam a essa temática.

.

     
 

GÊNERO E ATIVIDADE FÍSICA
Organizadores: Sebastião Josué Votre
Autores: Sebastião Josué Votre; Anne McClintock; Ludmila Mourão; André da Silva Mello; Fabiano Devide; Flavia Fernandes de Oliveira; Gabriela Aragão Souza de Oliveira Organizador; Hugo Lovisolo; Joana Vigne; João Bosco Hora Góis; Liliana Lohman; Márcia Luiza Machado Figueira; Patrícia Lessa; Silvana Vilodre Goellner
Editora: Mauad Editora Ltda
Páginas: 200
Ano: 2011

Site da editorahttp://www.livrox.com.br/detalhe/titulo/9788574783789/

Resumo do livro: esta obra reúne pesquisas de cunho científico, na linha teórica das Representações Sociais, de Serge Moscovici, com análise empírica de espaços e contextos socioculturais em que se verificam relações importantes entre gênero e atividade físico-desportiva. Como assinala o professor Fabiano Devide (UFF), que apresenta o livro, os estudos aqui reunidos avançam ao reconhecer o termo “mulher” em seu sentido plural, “ampliando a heterogeneidade existente nesse grupo constituído por mulheres de diferentes raças, classes sociais, orientações sexuais, religiões, dentre outros aspectos”.
Gênero e Atividade Física preenche uma lacuna na estante brasileira de gênero e esporte, por contemplar estudos teóricos sobre gênero no Brasil, com teste e refinamento dos princípios e das categorias analíticas a partir da avaliação crítica do cotidiano das práticas físico-desportivas. Pela contribuição que oferece em termos de método e pela natureza das descobertas empíricas, a obra contribui também para fertilizar novas frentes de estudos nos programas de Pós-graduação e de Graduação em Educação Física. Destina-se a professores e alunos de Graduação, bem como de Especialização, Mestrado, Doutorado, em programas de estudos sobre Educação Física, Esporte e Lazer, na dimensão sociocultural.

 

 

 

 

EDUCAÇÃO E INSTRUÇÃO NAS PROVÍNCIAS E NA CORTE IMPERIAL (BRASIL, 1822-1889)
Organizadores: José Gonçalves Gondra; Omar Schneider
Autores: Adriana Madja dos Santos Feitosa, Adriana Maria Paulo da Silva, Alessandra Frota Martinez de Schueler, Berenice Corsetti, César Augusto Castro, Cynthia Greive Veiga, Elizabeth Madureira Siqueira, Eva Cristini Arruda Câmara Barros, Eva Maria Siqueira Alves, Fátima Neves, Ione Celeste de Sousa, Irma Rizzini, José Carlos Araujo Silva, Leonete Luzia Schmidt, Maria das Graças Loiola, Maria Lucia Spedo Hilsdorf, Mauricéia Ananias, Samuel Luis Velázquez Castellanos, Sandra Elaine Aires de Abreu, Sônia Maria da Silva Araújo, Terciane Ângela Luchese, José Gonçalves Gondra; Omar Schneider
Editora: EDUFES
Páginas: 488
Ano: 2011

Site para aquisição da obraProteoria

Resumo do livro: o presente volume reúne 23 especialistas nos estudos relativos a províncias ou grupo de províncias, bem como da Corte, no intuito de observar e discutir o estágio da reflexão em que nos encontramos e os desafios existentes no que se refere ao exame das experiências educativas projetadas e desenvolvidas na Corte e nas Províncias.
Os estudos reunidos na obra procuram observar o emprego dos termos educação e instrução, considerando que essa distinção pauta o debate acerca das modalidades de intervenção educativa no século XIX. O primeiro remete a um conjunto de ações mais difusas e recobre aspectos variados de instituições, saberes e condutas de diferentes sujeitos sociais. Já o termo instrução parece estar mais acoplado à ideia de escolarização, articulando-se, portanto, com o conjunto de medidas voltadas para organizar e legitimar o equipamento escolar na sociedade brasileira, tais como: a questão das idades, dos tempos, saberes, espaços, métodos, professores, gestão, liberdade, gratuidade e obrigatoriedade do ensino, por exemplo.
Com isso, oferecemos ao debate mais um instrumento que objetiva tecer um quadro geral do problema da educação e da instrução no cenário nacional. Com essa ferramenta, o leitor observará o campo de saber constituído e, ao mesmo tempo, uma agenda de pesquisa e de desafios aberta aos estudiosos do problema da educação e instrução do século XIX. Nossa esperança é que esse investimento da Sociedade Brasileira de História da Educação possa animar novos empreendimentos que superem as lacunas observadas, de modo a qualificar ainda mais as reflexões sobre os problemas daquele presente e que possam nos instrumentalizar para enfrentar os diversos e complexos desafios de nosso tempo.

 

 

 

 

PRÁTICAS ESCOLARES E PROCESSOS EDUCATIVOS: CURRÍCULO, DISCIPLINAS E INSTITUIÇÕES ESCOLARES (SÉCULOS XIX E XX)
Organizadores: Wenceslau Gonçalves Neto; Maria Elisabeth Blanck Miguel, Amarílio Ferreira Neto
Autores: Analete Regina Schelbauer; Adir da Luz Almeida; Ana Maria Bandeira de Mello Magaldi; Anamaria Gonçalves Bueno de Freitas; Karl Michael Lorenz; Ariclê Vechia; Maria Elizabete Sampaio Prado Xavier; Maria Elisabeth Blanck Miguel; Carlos Henrique de Carvalho; Ester Buffa; Gelson de Almeida Pinto; Flávia Obino Corrêa Werle; Gilberto Luiz Alves; Lúcio Kreutz; Rosa Fátima de Souza; Rosianny Campos Berto; Amarílio Ferreira Neto; Maria do Perpétuo Socorro Gomes de Souza Avelino de França; Wenceslau Gonçalves Neto
Editora: EDUFES
Páginas: 446
Ano: 2011

Site para aquisição da obraProteoria

Resumo do livro: esta coletânea, envolvendo o trabalho de 18 especialistas e cobrindo cerca de 150 anos de história, é parte da proposta sempre necessária de se repensar a realidade educacional brasileira, promovendo questionamentos, avaliando experiências passadas e buscando alternativas que permitam a construção do futuro. Debruça-se sobre um universo em mutação e que, pela amplitude das investigações ocorridas nas últimas décadas, tem passado por importantes reinterpretações possibilitando a compreensão crítica das relações entre o passado e o presente. como o leitor poderá perceber, o livro apresenta um significativo painel histórico-educacional que toma como ponto de referência as instituições educacionais e os processos e práticas educativas que ocorrem no seu seio. as instituições educacionais foram e continuam sendo o centro da proposta educacional brasileira, em todos os níveis, daí a importância do seu estudo. Pelo espaço escolar circulam elementos essenciais tanto para a implementação do processo ensino-aprendizagem como para a compreensão da dinâmica educacional. as análises dos currículos, dos manuais, da arquitetura, das práticas disciplinares, do caráter urbano ou rural, laico ou confessional das escolas, da legislação educacional e dos relatórios escolares formam um campo extremamente rico, permitindo interfaces com outras pesquisas e conclusões importantes para a reorganização da escola e do processo educativo.

 

 

 

 

MILITARES E EDUCAÇÃO EM PORTUGAL E NO BRASIL
Organizadores: Claudia Alves; Maria Nepomuceno de Araújo
Coautores: Joaquim Pintassilgo, Márcio Couto Henrique, Amarilio Ferreira Neto, Omar Schneider, Beatriz Rietmann da Costa e Cunha, Manuela Teodoro, Maria Teresa Santos Cunha, Laura Nogueira Oliveira
Editora: Quartet
Páginas: 291
Ano: 2011

Site para aquisição da obrahttp://www.faperj.br/interna.phtml?obj_id=7439

Resumo do livro: o livro Militares e educação em Portugal e no Brasil é resultado do investimento de pesquisadores portugueses e brasileiros em uma temática de estudos ainda pouco explorada na investigação educacional. Os textos da coletânea abordam a relação que se construiu entre dois grandes campos sócio-culturais, o militar e o escolar, submetendo tal aproximação a interrogações que percorrem diversos aspectos relativos à cultura escolar, à profissão docente, às instituições escolares e aos projetos políticos de escolarização. A temática em torno da qual se construiu o livro começa a despertar o interesse de pesquisadores que, frente a dados que emergiram de suas fontes, têm procurado contribuir com a reflexão a respeito das relações entre o campo militar e a educação escolar moderna. Os trabalhos que reúne abordam aspectos dessa relação em tempos e espaços diferenciados. No seu conjunto, revelam a participação de oficiais militares, de distintas formas, na construção da escola: como professores e dirigentes da educação – tanto militar como civil –, como participantes na construção curricular, como defensores da difusão de escolas elementares, como agentes do debate em torno de projetos e modelos educativos. Sendo parte dos agentes letrados em sociedades nacionais como a brasileira e a portuguesa, em que a escolarização foi lenta e restritiva, os oficiais militares inserem-se como personagens das tramas pelas quais esses processos ocorreram. A coletânea propõe, dessa forma, uma reflexão acerca da especificidade desse grupo de intelectuais, cuja prática social é favorecida por sua formação e pelo papel que desempenham na construção dos Estados Nacionais.

 

 

 

 

EDUCAÇÃO FÍSICA, ESPORTE E SOCIEDADE: TEMAS EMERGENTES V. 3
Organizadores: Hamilcar Silveira Dantas Junior, Roselaine Kuhn e Sergio Dorenski.
Coautores: Alice Lany da Rocha Santos, Alionar de Carvalho Santos, Amarílio Ferreira Neto, Andrea Silvânia de Almeida, André Marsiglia Quaranta, Bernard Charlot, Debora Maia Santos, Elenor Kunz, Fabio Luizs Santos Nunes, Glicia Borges dos Santos, Hamilcar Silveira Dants Junior, Jênisson Alves de Andrade, José Tarcísio Grunennvaldt, Kézia Rodrigues Nunes, Luciana Caroline Pina Garcia, Luiz Anselmo Menezes Santos, Marília Menezes Nascimento Souza, Omar Schneider, Paula Aragão, Roselaine Kuhn, Sergio Dorenski Dantas Ribeiro, Verônica Barros Santos, Wagner dos Santos.
Editora: Editora da UFS
Páginas:251
Ano: 2009

Contato: hamilcar@hotmail.com, roselainek@yahoo.com.br, dorenski@gmail.com

Resumo do livro: o terceiro volume da coleção “Educação Física, Esporte e Sociedade: temas emergentes”, vem a lume como uma celebração pelos 10 anos da realização da I Semana de Educação Física da UFS e, mantendo a linha de discussão dos dois volumes anteriores, reflete essa recente e profícua trajetória por onde o “campo” da Educação Física tem percorrido, perpassado por diferentes e diversos olhares no tocante ao(s) objeto(s) de estudo e intervenção, materializando os esforços despendidos na pesquisa e na produção do conhecimento, seja na Educação Infantil, nas abordagens teórico-metodológicas do ensino e da aprendizagem, no fenômeno esportivo e seus impactos e suas possibilidades enquanto produção cultural a ser escolarizada. Nesses termos, o livro é um esforço de síntese no sentido de construir novas intervenções fomentadas por novas práticas pedagógicas que revelem o empenho em um projeto de formação permanente voltado e comprometido com a emancipação humana. Como o descortinar de uma peça de teatro, os autores aqui presentes organizam suas experiências, reflexões, demarcam posições e proposições que, não obstante, nos possibilitam estabelecer nexos plurais com nossas próprias experiências, reflexões e posições.

 

 

 

 

 

MEDIAÇÃO ENTRE AS CIÊNCIAS SOCIAIS E A EDUCAÇÃO FÍSICA: A CONTRIBUIÇÃO DO PENSAMENTO DE HUGO LOVISOLO
Organizadores: Sebastião Josué Votre; Marcia Morel; Adriano Rosa da Silva; Antonio Jorge Gonçalves Soares
Coautores: Adriano Rosa da Silva, Alexandre Fernandez Vaz, Amarílio Ferreira Neto, Ana Claudia Silverio Nascimento, Andréa Bergallo Snizek, Antonio Jorge Gonçalves Soares ,Antonio José Vianna, Carlos Nazareno Ferreira Borges, Diego Luz Moura, Luciana M. N. Peil , Marcia Morel, Marizabel Kowalski, Ronaldo Helal, Sebastião Josué Votre.
Editora: Mauad Editora Ltda
Páginas: 237
Ano: 2009

Site para aquisição da obrahttp://www.libre.org.br/titulo_view.asp?ID=9953

Resumo do livro: este livro enfoca como bem diz o título, a Mediação entre as Ciências Sociais e a Educação Física, pelas mãos do homenageado, o professor doutor Hugo Lovisolo. Ele desenvolveu  articulou, numa trajetória de trinta anos, oriunda dos primeiros trabalhos na década de 1970, uma contribuição relevante na produção e na veiculação do conhecimento na educação física no Brasil, por seus escritos, ensino e orientação. Integralmente dedicado à formação e qualificação dos quadros de pesquisadores da área, desenvolveu e desenvolve com mérito e qualidade um pensamento socioantropológico inovador, aproximando e articulando a Educação Física com as Ciências Sociais. Lovisolo contribuiu para a construção de uma fraterna rede de colaboradores e amigos, em busca do saber inacabado, que reflete o perfil gregário e espirituoso do homenageado. Em sua trajetória acadêmica, orientou dez teses de Doutorado e 43 de Mestrado, participou de inúmeras bancas de defesa e qualificação de Mestrado e Doutorado, bem como de bancas de concursos, colaborou ativamente na formação de pesquisadores dos programas de Pós-Graduação em Educação Física no país. Sua principal ferramenta de trabalho foi a mediação entre as Ciências Sociais e a Educação Física, numa perspectiva crítica e reflexiva. Os organizadores.

 

 

 

 

EDUCAÇÃO DO CORPO NA ESCOLA BRASILEIRA
Organizador: Marcus Aurélio Taborda de Oliveira
Coautores: Marcus Aurelio Taborda de Oliveira, Alexandre Fernandez Vaz, Luciane Paiva Alves de Oliveira, Talita Banck Dalcin, Meily Assbú Linhales, Omar Schneider, Amarílio Ferreira Neto, Sergio Roberto Chaves Junior, Vera Lúcia Gomes Jardim, Wilson Lemos Junior, Cássia Helena Ferreira Alvin 
Editora: Autores Associados
Páginas: 210
Ano: 2006

Site para aquisição da obra: http://www.autoresassociados.com.br/livro/153/educacao-do-corpo-na-escola-brasileira

Resumo do livro: fruto de um trabalho de pesquisa de jovens pesquisadores, Marcus Aurelio Taborda de Oliveira consegue organizar com extrema sensibilidade e competência um conjunto de ensaios que reconstituiu um rico e interessante painel que desvenda muito das práticas corporais acontecidas no universo escolar. Educação do corpo na escola brasileira é uma coletânea que utiliza extensa pesquisa em arquivos, coleções, legislações e outras fontes e que valoriza a relevância deste tema para a compreensão dos fenômenos educacionais. A eficácia do trabalho interativo dos autores possibilita deparar-se com análises e interpretações de tramas e enredos marcados pela tessitura histórica: o resultado é uma obra que soube aproveitar o diálogo com uma historiografia que se volta aos olhares inovadores da pesquisa educacional. Por sua proposta, o livro convida o leitor a descortinar historicamente os vínculos entre corporalidade e escolarização, sem perder de vista as relações que estes estabelecem com as atuais questões sobre as diferentes culturas manifestadas em ambiente escolar. Por fim, trata-se de uma publicação atual e importante ao debate educacional, imprescindível à consulta do público interessado e curioso em entender a espessura e a dinâmica de um argumento investigativo bastante instigante (Marcus Levy Albino Bencostta - Universidade Federal do Paraná).

 

 

 

 

LEITURAS DA NATUREZA CIENTÍFICA DO COLÉGIO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DO ESPORTE
Organizador: Amarílio Ferreira Neto
CoautoresAmarílio Ferreira Neto, Hugo Lovisolo, Marcus Aurélio Taborda de Oliveira, Rossana Valéria de Souza e Silva, Terezinha Petrucia da Nóbrega
Editora: Autores Associados
Páginas: 162 
Ano: 2005

Site para aquisição da obrahttp://www.autoresassociados.com.br/livro/170/leituras-da-natureza-cientifica-do-colegio-brasileiro-de-ciencias-do-esporte

Resumo do livro: uma entidade científica interrogada ─ o Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte. Vinte e cinco anos de história em questão: o que é o CBCE na produção da educação física, do esporte e do lazer, no Brasil? Realizar uma leitura de sua experiência, indagar seu aparecimento, os percursos e os percalços de sua existência como lugar de produção, circulação e debate de conhecimentos, de políticas, de posições e de proposições para a educação física, o esporte e o lazer no Brasil: a essa empreitada é que se lançaram professores-pesquisadores aqui reunidos. É então que o CBCE aparece como território de tensões, de lutas, de poder, em que diferentes representações de sociedade, de ciência, de educação física, de esporte, de lazer disputaram (e disputam) sua orientação como entidade científica. Aquilatar nessa travessia a presença, e a ausência, do CBCE na produção do conhecimento, no debate sobre a formação docente, na organização da pós-graduação, no diálogo com as experiências de professores e profissionais, e, ao mesmo tempo, discutir as veredas que se apresentam para a entidade, diante das exigências de inventar o presente e o futuro ─ eis uma contribuição desta obra, que a torna indispensável. O que está em questão é a própria viabilidade do CBCE como entidade científica (Tarcísio Mauro Vago - Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG).

 

 

 

 

AS CIÊNCIAS DO ESPORTE NO BRASIL
Organizadores: Amarílio Ferreira Neto, Silvana Vilodre Goellner, Walter Bracht
Coautores: Silvino Santin, Valter Bracht, Eduardo Kokubun, John Peter Nasser, Édio Luiz Petroski, Edison Jesus Manoel, Maria Regina F. Brandão, Pedro Angelo Pagni, Alexandre Vaz, Marcelo Gina Ferreira.
Editora: Autores Associados
Páginas: 226
Ano: 1995

Site da editora: livro esgotado

Resumo do livro: as "ciências do esporte no Brasil", objetiva, fundamentalmente, fornecer um panoramageral do desenvolvimento desta "área do conehcimento" no Brasil, discutir seus principais desdobramentos, impasses teóricos e perspectivas [...]. É expectativa do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte, com mais esta iniciativa, estar contribuíndo sobremaneira, para uma avaliação crítica da produção do conhecimento nesta área, para estimular o debate em torno de seus impasses e problemas, tanto os de orden geral, enquanto área de conhecimento, quanto os de orden específica das suas diferentes "sub-disciplinas", e, para a socialização/democratização do saber.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Indique esta página a um amigo! Preparar para Impressão

Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Cadastre-se agora.

CONTRIBUIÇÕES

NOVOS ARTIGOS

ELLER, Marcelo Laquini. A olimpíada escolar e a escolarização da educação física no Espírito Santo: 1946-1954 In: Anais do X Congresso Luso Brasileiro de História da Educação, Curitiba, 2014
Marcelo Laquini Eller
WILL, Thiago ferraz; SCHNEIDER, Omar; ASSUNÇÃO, Wallace Rocha. Arquivos da Escola de Educação Física do Espírito Santo: o Ensino da História da Educação Física entre as Décadas de 1930 e 1960 In: Anais do X Congresso Luso Brasileiro de História da Educação, Curitiba, 2014
Thiago Ferraz Will
BRUSCHI, Marcela; SCHNEIDER, Omar; ASSUNÇÃO, Wallace Rocha. Professoras e autoras: circulação, apropriação e produção de saberes sobre a educação física no Espírito Santo (1931-1936) In: Anais do X Congresso Luso Brasileiro de História da Educação, Curitiba, 2014
Marcela Bruschi
WILL, Thiago Ferraz; SCHNEIDER, Omar; ASSUNÇÃO, Wallace Rocha; RIBEIRO, Denise Maria da Silva; LUCIO, Mariana Rocha; POLEZE, Grasiela Martins Lopes. o ensino da história da educação física: uma análise dos anais dos congressos de educação física, esporte e lazer. In: XVIII Congresso Brasileiro de Ciência do Esporte e V Congresso Internacional de Ciências do Esporte, 2013, Brasília.
Thiago Ferraz Will
ELLER, Marcelo Laquini; SCHNEIDER, Omar; SANTOS, Wagner dos. Revista Brasileira de Educação Física e Desportos: Impresso pedagógico e prescrições esportivas para a educação física (1968-1984). In: XVIII Congresso Brasileiro de Ciência do Esporte e V Congresso Internacional de Ciências do Esporte, 2013, Brasília.
admin
RIBEIRO, Denise Maria da Silva; LUCIO, Mariana Rocha; SCHNEIDER, Omar; ASSUNÇÃO, Wallace Rocha; POLEZE, Grasiela Martins Lopes; WILL, Thiago Ferraz. Colégio Estadual do Espírito Santo: relatos da educação física e do esporte em seu arquivo institucional (1943-1957)In: XVIII Congresso Brasileiro de Ciência do Esporte e V Congresso Internacional de Ciências do Esporte, 2013, Brasília.
admin
RIBEIRO, Denise Maria da Silva; LUCIO, Mariana Rocha; SCHNEIDER, Omar; ASSUNÇÃO, Wallace Rocha. Colégio Estadual do Espírito Santo: práticas de ensino de educação física e do esporte em seu arquivo institucional (1943-1957) In: XVIII Congresso Brasileiro de Ciência do Esporte e V Congresso Internacional de Ciências do Esporte, 2013, Brasília.
admin
BRUSCHI, Marcela ; SCHNEIDER, Omar ; SANTOS, Wagner dos; ASSUNÇÃO, Wallace Rocha. Presença feminina na escolarização da educação física no Espírito Santo (1931-1937). In: XVIII Congresso Brasileiro de Ciência do Esporte e V Congresso Internacional de Ciências do Esporte, 2013, Brasília.
Marcela Bruschi
SCHNEIDER, Omar; Bruschi, Marcela. A Revista de Educação e a escolarização da educação física no Espírito Santo: autores, atores e editores (1934-1937) In: VII Congresso Brasileiro de História da Educação, 2013, Cuiabá. Circuitos e fronteiras da história da educação no Brasil. 2013. 1 CD-ROM ISSN:2236-1855
Marcela Bruschi
SCHNEIDER, Omar; BRUSCHI, Marcela; SANTOS, Wagner dos; FERREIRA NETO, Amarílio. A Revista de Educação no governo João Punaro Bley e a escolarização da Educação Física no Espírito Santo (1934-1937). Revista brasileira de história da educação, Campinas, v. 13, n. 1 (31), p. 43-68, jan/abr 2013
Marcela Bruschi